Norte Global Trade

  • Exportação

    :. Estudo de mercado;
    :. Identificação de clientes no mercado externo;
    :. Documentação para exportação;
    :. Desembaraço e despacho aduaneiro;
    :. Contratação de fretes aéreos e marítimos.

  • Importação

    :. Assistência na busca do produto a ser importado;
    :. Estudo de mercado;
    :. Obtenção de licença de importação;
    :. Contratação de câmbio;
    :. Contratação de seguro.

  • Parceria em Logística

    :. Logística internacional através de nossos parceiros.

Armando Monteiro destaca agenda de simplificação com baixo custo fiscal

Brasília (30 de janeiro) – O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto, recebeu, nesta quinta-feira (29), representantes da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) que apresentaram a agenda setorial e o plano de trabalho para 2015, denominado de Abras Maior. Também participou do encontro o senador Douglas Cintra. Monteiro considerou o plano apresentado “realista, viável e focado em simplificação e eficiência”, disse. “Neste momento, temos que trabalhar em uma agenda óbvia para a melhoria do ambiente de negócios, relacionada à simplificação, e de baixo custo fiscal. O governo está empenhado neste sentido e a contribuição de vocês será muito valiosa”, avaliou.

O ministro também mencionou o Plano Nacional de Exportação, que está sendo elaborado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em conjunto com outras áreas de governo e com a iniciativa privada. “Temos que fazer um esforço em relação à exportação para manter e expandir o nível da atividade econômica, já que estamos com um câmbio mais favorável. O plano que estamos trabalhando vai focar em diferentes aspectos: garantias, financiamentos, inteligência comercial de mercados e ainda negociações de acordos comerciais”, revelou.

Monteiro solicitou a colaboração dos representantes supermercadistas para aumentar a competitividade do país e destacou a importância do setor terciário para a economia. “O MDIC será o ministério do comércio e dos serviços, como deve ser. Hoje não é possível desenvolver apenas a indústria sem o comércio e os serviços. São atividades inter-relacionadas que se complementam o tempo todo”, analisou. Segundo o plano de trabalho, o setor tem expectativa de crescer 2% em 2015.

Fonte: http://www.mdic.gov.br